.
Até agora o mundo ainda não acabou...
.

PAUSA


Quais são os livros prioritários?
Quais devem ser aqueles que ficarão na frente?
Na estante sem mil prateleiras
Disponho-os na ordem das minhas necessidades.
Quais são elas que irão decidir entre aqueles que irão à frente,
Tal qual abre alas
Título, topo de identidade?
Entre arte, teoria da arte, estudos culturais,
Psicologia, identidade étnica, espiritualidade, espiritismo e mandalas,
História da arte, filosofia, política, conto e poesia
Educação, teatro, ensino da arte e estética.
O arranjo é feito de acordo com o momento de viver.
Na época dos saraus, as poesias estavam sempre à frente
Entre as tantas páginas folheadas, marcadas, assinaladas
Escolher o tom certo, a palavra exata da emoção,
Do pensamento no desejo de ofertar um pouco da gente
Através dos poetas, tradutores do fio suave e musical
Que trazemos no corpo entre artérias, sangue e pensamentos.
As aulas são diárias: história da arte, história da arte, história da arte,
Negros, índios, branco, gravuras, grafismos, cor, mancha, traço, textura, percepção,
identidade, simbologia, mural, suporte, mídia, meio, contracultura, drogas,  composição,
cultura, conceitos, medidas, contexto, lugar, estar, ser fazer, ler, conhecer, endoidecer. Prazer.
Espiritualidade: Deus que não penso, sinto. Matéria, metafísica, períspirito, mente,
pensamento, outras vidas...
Os livros são tantas vidas dentro e fora da gente.
Quisera ter todos os olhos do mundo, todas as memórias, todo o tempo
E fazer-me prenhe constante de todos os saberes!
Quem sabe um dia depois de tantas vidas, não terei reunido toda leitura de uma estante de
Mil prateleiras...
.

Eu desejo ser essa pessoa
Que passando
Fica.
.
.
A sua ausência
Tece um tecido fino
De fios de saudade.

É tule, é seda, morim
É lenço, é lança, é cheiro
De jasmim.

É de céu
De nuvem
De vento...

Espuma
Fumaça
Relento.

!
?
.

Para a 5ª série C.


Poesia é algo
que para não perdê-la
temos que segurá-la no papel.

Parece formigas açucareiras
miúdas, pontinhos, ligeiras.

Parece também com beija flor na janela
que num virar de cabeça
desejo de mostrar
voou.

Sombra e Luz

.
Penso em mudar a cara desse blog e voltar a escrever e postar imagens aqui. A idéia é colocar o fundo todo branco e retirar a cara do Serra desse lugar. Não sei onde estava com a cabeça quando fiz essa postagem na época das eleições! Quero algum tipo de renovação, talvez mudar a não-cor do fundo. Passar do nulo do inconsciente para o nulo da razão e por...
sobre
dentro
as cores
ainda
rodopiando e cantando
como pássaros
em dia de sol
no jardim da alegria
depois da noite,
no dia.
.
.
Que venha 2011 com cheiro de coisa boa.
.

Perdoa-me...

.
... passante, visitante, querido amigo, querida amiga
por tamanha desatualização.
É que o tempo veste fantasia com garras de leopardo.

Mais alguns dias e poderei voar por aqui novamente....

.
.
Dilma
A primeira mulher presidente do Brasil.

.

ELEIÇÕES

.
Queria não macular esse espaço, com palavras que possam conduzir pensamentos para as vias da tristeza. A tristeza que fere, pois há tristezas que elevam. Mas esse é um espaço das coisas que possuem significados para mim, importância, relevância. Por mais desânimos habitam em mim, pelas ideologias esquecidas, trocadas, negociadas, não posso fechar meus olhos, ignorar os acontecimentos. Sou educadora. Por isso opino, publicando nesse espaço as imagens abaixo. Que elas sirvam de reflexão para as nossas decisões.
.
GREVE DOS PROFESSORS EM SÃO PAULO. O GOVERNO É PROCURADO PARA NEGOCIAR.




JOSÉ SERRA OS RECEBE ASSIM:
.



.
SÃO FERIDOS...

.

.
RESTA A PERGUNTA: É ISSO QUE DESEJAMOS PARA O BRASIL?
.
PODEMOS CONCLUIR:
.

.

Matando saudades da intensa poesia de Florbela Espanca

.
Fanatismo

Minh’alma, de sonhar-te, anda perdida
Meus olhos andam cegos de te ver!
Não és sequer a razão do meu viver,
Pois que tu és já toda a minha vida!

Não vejo nada assim enlouquecida...
Passo no mundo, meu Amor, a ler
No misterioso livro do teu ser
A mesma história tantas vezes lida!

"Tudo no mundo é frágil, tudo passa..."
Quando me dizem isto, toda a graça
Duma boca divina fala em mim!

E, olhos postos em ti, digo de rastros:
"Ah! Podem voar mundos, morrer astros,
Que tu és como Deus: Princípio e Fim!..."

.

emimesmamento passante...

.
E que venha a primavera com o calor doce da pétala da flor a desabrochar por entre a gente....

.